Sábado, 14 de Abril de 2007

Os Sapatos Pretos

 
 
 
 
 
O CANto dAS LetRAs
 
 
 
 os sapatos...
Os Sapatos Pretos
Parte II
 
Experiências[1]
Depois de lhe terem encontrado um destino, os Sapatos Pretos, nunca mais tinham saído daquela sua saquinha felpuda, onde, supõe-se, levassem uma vida regalada, cheia de conforto e bons odores. Mas, o pior estava para acontecer! Alguém inventara uma festa de pompa e circunstância e os sapatinhos pretos teriam mesmo de sair à rua. Insatisfeitos com esta decisão imprópria para quem tinha em mente resguardar-se dos efeitos nocivos de estarem neste mundo, em particular devido à malícia dos homens, cada qual, em sinal de protesto, resolveu, em separado, sair mais cedo da saca, para voltarem a pisar os calhaus, ou mistérios, por onde em tempos tinham andado e tinham sido alvo de cogitações mórbidas.
O sapato do pé direito pensou que o caminho mais curto para lá chegar, era o caminho de baixo, ainda que tivesse de se cruzar com alguns pedregulhos, que poderiam esfolar suas adelgaçadas pontas, roubando-lhe a sua beleza, inveja de muitos. Já o sapato do pé esquerdo, pensou e escolheu o caminho de cima, que embora mais longo, já tinha sofrido a pressão do alcatrão, e por isso, não correria o risco de se molestar, perdendo a sua beleza de nascença. E se assim o pensaram assim o fizeram. Já caia a noite quando ambos se encontraram a repousar, de calcanhares voltados, em suspiros, lamentando-se em voz alta, pela ideia que tinham tido. Afinal, tinham querido fugir ao festim da vida, julgando que no meio dos apertos alguém os estragaria irremediavelmente, trancando-os. Mas agora, cansados e pesarosos por não terem cumprido com o destino, restava-lhes recuperar as forças e voltar, tão rápido quanto possível, para o saquinho felpudo e cheiroso, de onde nunca deveriam ter saído.
A noite estava amena e só se ouviam os uivos de um cão morrinhento, que agonizava com o peso das pulgas, e as ondas a enrolarem levemente até baterem nos rochedos. Cansados da viagem sentiram medos, os medos próprios de uns sapatos novos, modernos, pretos e brilhantes, pouco habituados a aventuras. Aos uivos do cão juntaram-se os prantos dos sapatos, que perguntavam um para o outro como aliviar o pesado fardo que o futuro lhes reservava, irem para o Céu, sempre pretos e brilhantes. Essa ideia atemorizava-os, pois desta forma não podiam gozar a vida, em liberdade e amizade com a temperança. Ainda esboçaram um plano de fuga: não retornar à saquinha que os protegia das malícias e da velhice e ao mesmo tempo abafava os desejos, mas o cansaço, que era tanto fê-los adormecer profundamente. No dia seguinte, estava escuro, e o odor da saquinha de estimação envolvia-os no conforto do hábito. Tinham tido um pesadelo! Tudo estava como dantes, e os uivos agoirentos do cão tinham desaparecido, como que a adiar a partida do sapatos, de bicos voltados para cima, pretos e brilhantes, para o Céu.


[1] A experiência é fonte de toda a teoria
Laranjas de Marca:
publicado por raparigadaslaranjas às 17:35
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De anarka a 14 de Abril de 2007 às 19:47
Para mim , sapatos que não andam até à destruição não merecem o sapateiro que os fez nem os pés que se lhes entregam.

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Laranjas

É Aqui Que Vivo Agora!

Mares!

Só se vê bem com o coraçã...

Laranjas podres

NATAL!

Ofertas de Natal

Melhores pensadores e Mel...

Silêncios!

Mudo Silêncio

Hoje

Cesto das Laranjas

Janeiro 2009

Julho 2008

Abril 2008

Dezembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Laranjas de Marca

cantar o mundo(27)

canto da natureza(4)

canto das letras(7)

canto das palavras(5)

canto dos contos(5)

contar o mundo(44)

letras e palavras(1)

rota das laranjas(10)

todas as tags

blogs SAPO

O Logótipo

Rapariga das Laranjas
2006 - Código

O Canto dos Blogs

An'arka

Azoriana Blog
Azoriana Blog


IDEIAS E IDEAIS
Ideias e Ideais


Ailaife Blog

Bioterra

Colcha de Retalhos

O Canto dos Prémios




Prémio - Blog «Ideias e Ideais» aprova e recomenda este blog

O Contador

MÚSICA

A Rota das Laranjas

subscrever feeds